IMESB

Curso de Engenharia Agronômica do IMESB inaugura área experimental

Área experimental Área experimental

O IMESB (Instituto Municipal de Ensino Superior de Bebedouro “Victório Cardassi”) inaugurou no dia 28 de abril, a área experimental do curso de Engenharia Agronômica, localizada junto a instituição para o desenvolvimento de ensaios e aulas práticas durante as aulas no período noturno. A área consta com 1.500 m2, irrigação automatizada e em breve a implantação de uma estufa.

Segundo o coordenador do curso o prof. Dr. João Emmanuel Ribeiro Guimarães essa área experimental só veio a agregar para o curso, uma vez que o curso é noturno e algumas atividades práticas acabavam sendo comprometidas, mesmo existindo parcerias para execução destas atividades.

Com a construção da mesma, as atividades de cunho prática poderão ser desenvolvidas no próprio período de aulas, bem como a condução de ensaios uma vez que os alunos se encontram presente no campus todas as noites, facilitando o acompanhamento por parte dos mesmos.

A construção dessa área vai permitir um maior aprendizado por parte dos alunos, pois o professor não precisará esperar até o sábado para execução de aulas práticas, auxiliando assim a fixação do conteúdo adquirido em sala de aula.

Fora isso, nossos alunos tem uma grande participação em eventos de cunho científico e com a implantação desta área acreditamos aumentar ainda mais, pois a partir de agora os alunos podem implantar seus projetos de iniciação cientifica e acompanhá-los diariamente, desprendendo de locomoção para outas áreas.

Segundo o coordenador do curso, projetos interdisciplinares já estão sendo executados envolvendo como por exemplo irrigação, fisiologia vegetal e adubação, muitos outros ainda serão instalados.  

De acordo com o estudante, Victor Reis Miguel do 4° ano do curso de Engenharia Agronômica, a implantação desta área era de grande necessidade para curso, pois a mesma só veio a contribuir e fortalecer com o aprendizado dos alunos do curso, tornando o curso ainda mais prático, permitindo uma maior vivência de certos trabalhos na prática.  “O mesmo parabenizou a coordenação juntamente com a direção que vêm a cada dia buscando melhorias significativas para o curso, comenta o estudante.”

André Martins Marcelino, aluno do 5° ano, ressaltou a importância desta área para o fortalecimento do curso e aprendizado dos alunos, ainda destacou as melhorias que vêm sendo feitas pela coordenação, desde que iniciou o curso.”     

Para finalizar, o coordenador do curso ainda destacou essa área como sendo um diferencial para o curso de Engenharia Agronômica perante aos demais cursos noturnos de agronomia da região, pois espera-se fortalecer ainda mais o ensino que já é de qualidade e torna-lo cada vez mais prático para a formação de um profissional de qualidade e com vivência no dia-a-dia das atividades agrícolas.

Veja as fotos 


IMESB na Rede