IMESB

Docente do IMESB apresenta pesquisa em Seminário Nacional de Cibercultura na USP

O professor Angelo Sastre, das áreas de jornalismo e marketing, debateu o modelo de negócio no jornalismo pós-industrial no evento que contou com a participação de pesquisadores de diversos estados brasileiros.

O professor Angelo Sastre, docente nas áreas de jornalismo e publicidade e propagaanda do IMESB (Instituto Municipal de Ensino Superior de Bebedouro – “Victório Cardassi”), apresentou o trabalho  “O Modelo de Negócio do Jornalismo Pós-Industrial no Cenário da Nova Ecologia dos Meios” em um dos painéis temáticos do 10º Seminário Nacional da ABCiber (Associação Brasileira de Cibercultura), realizado entre os dias 14 e 16 de dezembro, na ECA (Escola de Comunicação e Artes) da USP (Universidade de São Paulo), em São Paulo (SP). O evento é um dos principais encontros na área de comunicação e tecnologia do Brasil.

O trabalho integra a pesquisa do projeto de doutorado em Mídia e Tecnologia, desenvolvido por Sastre na Unesp (Universidade Estadual Paulista – “Júlio de Mesquita Filho”) no campus de Bauru (SP).

Durante o evento, que contou com a participação de pesquisadores de diversos estados brasileiros, os painéis foram apresentados em formatos alternativos. Assim, seguindo a proposta de hibridismo e conectividade, Sastre disponibilizou um “hotsite” com informações sobre o tema e com o resumo expandido do artigo, que será publicado integralmente nos anais do 10º Seminário Nacional da ABCiber, que foi divulgado por meio de impressos com um QR Code.

“A proposta dessa edição da ABCiber foi utilizar os recursos disponibilizados pelo público. Assim, surgiu a ideia de fazer minha apresentação com o auxílio de um QR Code para explorar o smartphone do público, o que possibilitou atingir as metas do evento que foi hibridismo e conectividade”, afirma Sastre.

A respeito do trabalho, ele diz que a proposta da pesquisa é compreender os mecanismos que envolvem as novas mídias e como o jornalismo pode sobreviver nesse cenário de mudanças.

“A minha pesquisa tem como proposta identificar uma perspectiva que permita a sustentabilidade financeira dos veículos de comunicação, principalmente, de médio e pequeno porte. Estamos vivendo em um momento de transição e de mudanças, com a redução das redações tradicionais, com redução, e até extinção, de veículos impressos. Assim, procuro debater e buscar perspectivas de como pode ser esse novo modelo de negócio que possa ser adaptado a realidade das médias e pequenas empresas que são as que mais sofrem com esse impacto”, afirma Sastre.

Os interessados em conhecer o trabalho podem acessar o conteúdo por meio do link: https://angelosastre.wixsite.com/sastreabciber

 

IMESB na Rede