IMESB

Você está aqui: Pagina Principal Estágio

Estágio Supervisionado

As atividades de estágio supervisionado terão regulamento próprio, prevendo a programação de aprendizado prático, em complementação à formação teórica do aluno, em situações reais de trabalho, sob a orientação e supervisão do professor dessa atividade.

O estágio curricular supervisionado caracteriza-se por um conjunto sistematizado de atividades práticas que visam propiciar experiência profissional vivenciada ao aluno do curso de Agronomia, devendo ser desenvolvido em colaboração com empresas, instituições de pesquisa e desenvolvimento tecnológico de caráter público ou privado, cooperativas e profissionais liberais, articulando as diversas áreas de conhecimento a serem desenvolvidas ao longo do curso. 

Os objetivos que caracterizam tal atividade dentro do currículo visam ainda a:

• Proporcionar ganhos no processo ensino-aprendizagem, constituindo-se em um instrumento de integração Escola/Empresa sob forma de treinamento prático e aperfeiçoamento técnico-científico e sócio-cultural;

• Proporcionar ao aluno uma visão prática do funcionamento de uma empresa ou instituição de pesquisa, inserindo-o em ambientes e situações reais de trabalho.

Os estágios curriculares supervisionados serão feitos no 4º e 5º ano, totalizando um mínimo de 300 horas.  Esse contato com o mercado de trabalho constituirá em uma importante experiência pré-profissionalizante, e proporcionará ao aluno a oportunidade de vivenciar a realidade da profissão colocando em prática, de forma integrada, os conhecimentos adquiridos durante o curso, o que facilitará a sua entrada no mercado de trabalho. Essa experiência é válida para o aluno, que tem que se posicionar como profissional,  e para o Instituto,  como um instrumento importante de avaliação; o  desempenho dos alunos durante a realização do estágio, funciona como um balizador na aferição da qualificação do  profissional que pretende formar.  

O objetivo da formação do engenheiro agrônomo, dentro do perfil estabelecido, é buscar uma forte articulação entre a formação teórica básica e as diferentes experiências que um campo diversificado possa oferecer.

Para garantir tal objetivo, o IMESB firmou termos de compromisso com a EECB (Estação Experimental de Citricultura de Bebedouro) que possui uma área de 72,12 ha e dois laboratórios de análises de solo e folhas. Além de toda uma infra-estrutura de apoio para realização de atividades didáticas, reuniões, simpósios, congressos, feiras, etc. As aulas práticas das disciplinas profissionalizantes serão ministradas na EECB e em propriedades agrícolas da região, quando for necessário conhecer alguma cultura que não tenha na EECB. Além, da FEACOOP (Feira de Agronegócios Coopercitrus Sicoob Credicitrus) que ocorre todo ano nas instalações da EECB.

Também foi firmado convênio com o GTACC (Grupo Técnico de Assistência e Consultoria em Citrus), que dará todo o suporte técnico para realização das aulas práticas, estágios e pesquisas a campo.

E ainda, com a ADEBE (Agência de Desenvolvimento Econômico  de Bebedouro), pois através do Projeto Incubadora Empresarial o curso poderá realizar atividades de extensão com os pequenos produtores vinculados a ADEBE

Outros convênios serão estabelecidos com agricultores e criadores, instituições de pesquisa, empresas de representação e comércio agrícola, indústrias, cooperativas agrícolas, usinas, sindicato rural, entre outros tantos espaços possíveis para a atuação do agrônomo.

O estágio oferece possibilidade de uma visão pontual do funcionamento de uma empresa agrícola ou instituição de pesquisa e ao mesmo tempo leva a familiarizar-se com o ambiente e relações de trabalho. Possibilita também condições de treinamento específico, indicando caminhos para a identificação de preferências para campos de atividades profissionais.

O aluno deve zelar pelas instalações e materiais utilizados, comparecer com assiduidade e pontualidade ao local do estágio e comunicar à supervisão quaisquer fatos que possam comprometer a realização do mesmo.

Ao final do estágio, o aluno apresentará um relatório que contemplará uma referência bibliográfica detalhada sobre a atividade desenvolvida durante o estágio supervisionado, seguida de uma análise crítica e conclusiva e, se for o caso, indicações de prováveis soluções. As vivências do aluno durante o estágio devem ser analisadas com critério; assim como estarem relacionadas com o conhecimento adquirido nas diferentes disciplinas. 

IMESB na Rede